Universo de heróis da DC terá o próprio serviço de streaming

July 10, 2018


Apesar de não estar conseguindo o mesmo sucesso nas telonas que sua principal concorrente, a Warner Bros vai lançar um serviço de assinatura de conteúdo focado no universo dos super-heróis Batman, Superman e Mulher-Maravilha e outros personagens da DC Comics. O DC Universe vai reunir não apenas os filmes do estúdio (Homem de Aço, Liga da Justiça, Batman Vs Superman, Mulher-Maravilha, Batman Begins e outros), como também oferecer outras atrações baseadas neste universo criativo, o que é bastante conteúdo. Poderíamos citar como possibilidades as séries de TV (Flash, Arrow, Supergirl, Gotham, Batman de 1966) como também os populares desenhos animados (Batman Animated, Justice League Unlimited, Static Shock). No entanto, nem todos estes conteúdos podem estar disponíveis logo no lançamento devido á questões de contratos já existentes, como é o caso, por exemplo, da série Raio Negro, que tem contrato com a Netflix. Além disso, a plataforma, que deverá ser lançada ao público já em agosto, deverá trazer conteúdos inéditos próprios, como a série live-action Titans, (que chegará em breve aos cinemas em versão desenho animado infantil), e outras animações como Harley Quinn e Young Justice: Outsiders.

 

Apesar da clara intenção de brigar pelo mesmo público da Netflix, que além das séries em parceria com a Marvel Comics, tem também os filmes da mesma editora em seu catálogo, o DC Universe pretende ir além de plataforma de VOD. Os assinantes terão direito, além dos filmes, a ler qualquer revista publicada pela editora desde os anos 30. Outra diferença é que a plataforma também será um marketplace para produtos relacionados aos heróis da DC, incluindo brinquedos e itens exclusivos que só serão comercializados pelo serviço. Por fim, haverá também um aspecto de rede social para os fãs da DC Comics. Uma proposta mais ousada que lembra de certa maneira muito mais o do serviço da Amazon Prime do que o modelo Netflix.

 

O DC Universe deve começar ainda em beta a partir do próximo mês, mas foram informadas nem a data exata nem os valores de assinatura. O serviço estará restrito apenas aos EUA, por enquanto e planos para outros países devem ir surgindo possivelmente no fim de 2018 ou começo de 2019. DC Universe será tecnologicamente compatível com dispositivos iOS, Apple TV, Android, Android TV, Chromecast e Amazon Fire TV, além dos principais navegadores de internet para computadores. Ao que parece não haverá compatibilidade imediata com smart TVs, vídeo-games, blu-disc players e outros tipos de aparelhos conectados.

 

O anúncio do DC Universe causou uma razoável surpresa no mercado de serviços de VOD. Em primeiro lugar porque veio sem nenhum aviso prévio, ao contrário da Disney que vem sinalizando desde o ano passado que o seu serviço próprio, que sequer tem data ainda para abertura para o público, centralizará marcas como Marvel, Star Wars, Indiana Jones e todas as produções da Disney numa única plataforma. E depois pela especificidade do conteúdo, já que nenhum outro grande serviço é tão voltado para um nicho de fãs. Um sinal de uma maior fragmentação de um mercado que tem cada vez mais concorrentes?

 

Rubens Bonfim é jornalista, trabalha com TI e escreve sobre vida digital no blog Vivendo no Século 21 (vivendoseculo21.wordpress.com). É colaborador da Se7e Cultura e escreve a coluna Diversão Digital sempre dedicado à insana tarefa de acompanhar tudo que sai sobre entretenimento digital.     

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

MIB: Homens de Preto - Internacional (Men in Black: International - 2019)

June 18, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

October 10, 2019

Please reload

Arquivo