HBO GO passa a ser oferecida sem necessidade de assinatura de TV

December 7, 2017

Alguns canais de TV por assinatura já ganharam reputações quase míticas no que se refere à sua programação. No caso da HBO, a marca é a excelência de suas atrações. Algumas das séries de TV contemporâneas mais importantes levam em sua abertura o selo com as três letrinhas que significam Home Box Office. Séries mundialmente aclamadas por público e crítica como Game of Thrones, Westworld, Veep e, para mim a melhor série dramática de todos os tempos, Família Soprano. No total são mais de 2 mil títulos que incluem também atrações nacionais próprias de primeira linha como Magnífica 70, O Negócio e Filhos do Carnaval. Há também uma ótima linha de documentários. E a HBO faz um jogo duríssimo. Seus produtos, com raras exceções, não foram disponibilizados em outras plataformas. E ainda por cima tem acordos com parceiros como Warner/DC, dona de franquias como Harry Potter e Batman.

 

Assim como outros sistemas de VOD, a HBO GO funciona em diversas plataformas diferentes, como celulares e tablets com Apple e Android, computadores, videogames e outros. No entanto, as boas notícias meio que acabam aqui. Antes a HBO GO era oferecida como um serviço extra para os assinantes dos pacotes HBOMax. Agora já é possível assinar apenas o serviço, sem ter nem contrato de TV a cabo. O primeiro grande problema é que o serviço chegou ao Brasil por meio de uma parceria com a Oi. Então para acessar o conteúdo você precisa ser assinante de banda larga Oi, que não está disponível em estados como São Paulo. Mas a ausência será por pouco tempo se depender apenas da HBO que quer fechar parcerias com outras operadoras de banda larga. Brasília é uma das praças que já permitem a assinatura.

 

O outro fator negativo é o preço: R$ 34,90 por mês. A Netflix oferece o serviço a partir de R$ 19,90 e por um pouco a mais que a HBO é possível ver filmes em quatro telas simultâneas em 4K. Já o serviço Amazon Prime sai por R$ 14,90 e o Globo Play tem uma tarifa de R$ 15,90 mensais. Somando tudo já estamos próximos do valor de uma assinatura de TV que daria acesso também aos serviços associados. De qualquer modo, está aí mais uma opção de serviço VOD para os assinantes. E outras novas devem chegar ao país nos próximos meses.

 

Rubens Bonfim é jornalista, trabalha com TI e escreve sobre vida digital no blog Vivendo no Século 21 (vivendoseculo21.wordpress.com).  É colaborador da Se7e Cultura e escreve a coluna Diversão Digital sempre dedicado à insana tarefa de acompanhar tudo que sai sobre entretenimento digital.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

MIB: Homens de Preto - Internacional (Men in Black: International - 2019)

June 18, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

October 10, 2019

Please reload

Arquivo